Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Trama Tão Mesma e Tão Vária (Ref: 9788564561687)
Como um farol, o título do livro Trama tão mesma e tão vária: gêneros, memória e imaginário na prosa literária de Lya Luft ilumina a artesania cuidadosa na elaboração deste estudo crítico sobre...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 62,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Trama Tão Mesma e Tão Vária: Gêneros, memória e imaginário na prosa literária de Lya Luft
Silvana Augusta Barbosa Carrijo

Como um farol, o título do livro Trama tão mesma e tão vária: gêneros, memória e imaginário na prosa literária de Lya Luft ilumina a artesania cuidadosa na elaboração deste estudo crítico sobre a obra da escritora. Cada parte compõe com o todo uma tessitura harmoniosa, coerente, que entrelaça matizes e formas, num exercício crítico que tece, com competência teórica e vigor ensaístico, uma leitura do conjunto da obra de Lya Luft.
O grande e ambicioso nó que a reflexão crítica de Silvana Augusta Barbosa Carrijo se propõe a desatar na obra de Lya Luft é o entrelaçamento da obra ficcional com a não ficcional, que se traduz na recorrência de um conjunto imagético, simbólico e temático, seja pela via do imaginário, ou pelo pacto autobiográfico. O que o livro demonstra, com muita competência, é que a obra de Lya Luft consegue unir ficção, reflexão e memória, produzindo uma obra densa, autocitacional, compósita e circular, como afirma a autora na conclusão do trabalho.
Com esse escopo, o livro examina o diálogo que se estabelece entre ficção, reflexão e memória, principalmente nos romances As parceiras (1980), O quarto fechado (1984), A sentinela (1994), O ponto cego (2003), no memorial de infância Mar de dentro (2002) e no texto de reflexão Pensar é transgredir (2004). Ao lado desses textos que compõem um corpus principal de análise, outras obras da escritora como A asa esquerda do anjo (1981), Reunião de família (1982), Exílio (1987), Secreta mirada (1997), Histórias do tempo (2000) e Perdas e ganhos (2003) constituem um corpus secundário que vem corroborar a análise das obras selecionadas.
A autora demonstra que há na obra de Lya Luft uma recorrência de imagens, símbolos e temas que aproximam os romances e os textos de reflexão e de memória daí a metáfora do título, trama tão mesma.
No entanto, para além das similitudes, trama tão vária, as formas textuais da prosa de Lya Luft apresentam traços distintos e se configuram como narrativas de ficção, narrativas autobiográficas ou memórias, crônicas, ensaios literários.
O livro de Silvana Carrijo evidencia de que modo a ficção e a experiência real, o inventado e o vivido, se entrecruzam na obra da escritora. Com o objetivo de comprovar a tese da interpenetração ou interdependência de um gênero no outro, num estudo inédito e arrojado, o livro aborda obras consideradas pela crítica como literárias e também outras mais marginalizadas porque muitas vezes inseridas na denominada literatura de autoajuda. Rompendo preconceitos ou categorizações, ao investigar a obra da escritora no seu conjunto (narrativas de ficção, memórias e textos de reflexão), este livro vem para deslocar o debate e, ao fazê-lo, encontra uma coerência que revela um projeto estético coeso para além dos rótulos que possam ser atribuídos a Lya Luft.
Para tanto, o livro ancora-se em três enfoques teóricos: a antropologia do imaginário, numa perspectiva de Gilbert Durand, os estudos da memória e da autobiografia, e os estudos de gêneros textuais.
Para o estudo da recorrência de imagens, símbolos e temas, a abordagem teórica da crítica do imaginário traz, sem dúvida, uma leitura nova, que permite outro olhar sobre a obra Lya Luft, contribuição significativa para a fortuna crítica que vem sendo construída no país sobre a obra da escritora.
Nesse sentido, é preciso destacar que o livro de Silvana Carrijo, apoiado em extensa e atualizada bibliografia, faz a opção pelo caminho rico da interdisciplinaridade capaz de sustentar o aprofundamento das questões propostas. Trata-se, certamente, de um livro fundamental para estudiosos e leitores da obra de Lya Luft, para estudiosos da crítica do imaginário e da literatura autobiográfica. Além do mérito do trabalho em articular uma visão de conjunto da produção de Lya Luft, o leitor vai se surpreender com a leitura de um livro que, mesmo com densidade teórica e rigor metodológico, apresenta-se numa linguagem poética e envolvente.
Essa apresentação pretende, apenas, oferecer uma senha para acessar esse universo crítico, sensível e revelador, que a leitura do livro irá oferecer sobre a obra de Lya Luft. Pretende ser um convite ao mergulho nas águas de Lya Luft, pelas bacias, fontes e mananciais propostos pelo livro.
Maria Zaira Turchi
Especificação
Apresentação: Encadernado/capa dura
Formato: 17 x 23cms

Dados técnicos
ISBN: 978-85-64561-68-7
Páginas: 387
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2013
Texto adicional
Silvana Augusta Barbosa Carrijo