Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
O Marfim no Mundo Moderno: comércio, circulação, fé e status social (Séculos XV-XIX) (Ref: 9788555078330)
Entre os séculos XVI (ou final do XV?) e XIX, um grande volume de presas de elefante in natura e de peças de marfim esculpidas por artesãos africanos circularam no espaço Atlântico, sendo consumidas n
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 112,00 em até 3x de R$ 37,33 sem juros no cartão ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
O Marfim no Mundo Moderno: comércio, circulação, fé e status social (Séculos XV-XIX)
Vanicléia Silva Santos - Organizadora

Entre os séculos XVI (ou final do XV?) e XIX, um grande volume de presas de elefante in natura e de peças de marfim esculpidas por artesãos africanos circularam no espaço Atlântico, sendo consumidas na Europa e na América. Embora já exista uma extensa historiografia sobre os marfins afro-portugueses, que circularam na Europa na era moderna, o tema ainda é pouco estudado fora da Europa e dos Estados Unidos.

Os textos que compõem esse livro são resultados pioneiros de pesquisas em arquivos brasileiros e estrangeiros acerca da presença de marfins no Brasil Colonial, assim como nas costas do Atlântico e do Índico. Uma grande variedade de fontes - inventários post-mortem, fontes impressas (crônicas e relatos de viagens), iconografias, catálogos de coleções museais, relatórios de comércio e documentação administrativa - foi revisitada pelos historiadores para acessar novos objetos e nova problemática - repensar a cultura material do marfim do marfim em contexto intercontinental.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 16x23cm
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-833-0
Páginas: 340
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2017
Observação
O Marfim no Mundo Moderno: comércio, circulação, fé e status social (Séculos XV-XIX), Vanicléia Silva Santos - Organizadora
Texto adicional
Vanicléia Silva Santos