Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
O diabo: modos de usar (Ref: 9788555077524)
Este é um livro de história das religiões que abarca a presença do diabo no cristianismo, no judaísmo, entre os gregos e no seio de outras culturas e religiões
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 48,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
O diabo: modos de usar
Ricardo Luiz de Souza

O que significa os modos de usar o diabo? Não se trata de uma tentativa de escrever um manual de demonologia, e os objetivos em O diabo: modo de usar, são outros. Este é um livro de história das religiões que abarca a presença do diabo no cristianismo, no judaísmo, entre os gregos e no seio de outras culturas e religiões: os significados a serem atribuídos à expressão modos de usar, no que diz respeito ao diabo. Os modos de usar representam, portanto, um conjunto de crenças, ritos e práticas que tem o diabo como referência, sendo que sua presença na história das religiões pode ser definida como universal. E estes modos referem-se, ainda, à tentativa de explicar a presença do mal no mundo, atribuindo tal presença à existência de um ser ou de seres maléficos que atuam como agentes do mal, do caos e da destruição, em oposição a entidades associados ao bem, à criação e à harmonia.
São estudados os percursos históricos do diabo, ou seja, as transformações históricas pelas quais passou o imaginário a ele referente, que mudou ao ser transmitido de uma religião para outra, com o cristianismo, por exemplo, herdando concepções judaicas e iranianas, as crenças que, em diferentes religiões, formam o que pode ser chamado de demonologia, e que foram compartilhadas por eruditos e pela religião popular, por perseguidores e por adoradores do diabo, os rituais relacionados à presença do diabo, como, por exemplo, os sabás, e os rituais que tiveram como objetivo erradicar esta presença, ou seja, os exorcismos que tão ampla repercussão tiveram na história do cristianismo, a estigmatização de grupos sociais e religiosos cujas crenças e ritos foram definidos como demoníacos, com as diversas heresias cristãs, por exemplo, sendo associadas pela igreja à ação do diabo, visto como o inspirador dos erros cometidos pelos heréticos.
O objetivo de Ricardo Luiz de Souza, em síntese, é estudar a presença do diabo em um determinado número de religiões, sem evidentemente, a preocupação de ser exaustivo, mas buscando definir, de forma sucinta, algumas características que a ele foram atribuídas, os imaginários a ele relacionados, seus locais de moradia, que, historicamente, foram o ar e foram, também, locais subterrâneos como o Hades grego e o Inferno cristão. Trata-se de definir alguns dos percursos históricos do diabo e trata-se, por fim, de compreender como ele foi visto, temido e adorado por fiéis de diferentes religiões. Afinal, compreender a crença em Deus ou em deuses torna indispensável compreender a crença no diabo ou em diabos, uma vez que estas são crenças que se complementam.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cm
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-752-4
Páginas: 189
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2017
Observação
O diabo: modos de usar, Ricardo Luiz de Souza
Texto adicional
Ricardo Luiz de Souza