Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Mundos que a boca come: Representações e produção de modos de ser na alteridade do capoeira (Ref: 9788555071522)
MUNDOS QUE A BOCA COME é dedicado ao universo da capoeiragem e às articulações e reflexões que essa cultura popular pode criar junto ao instrumental teórico-metodológico da psicologia social...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 54,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Mundos que a boca come: Representações e produção de modos de ser na alteridade do capoeira
Thiago Melicio

MUNDOS QUE A BOCA COME é dedicado ao universo da capoeiragem e às articulações e reflexões que essa cultura popular pode criar junto ao instrumental teórico-metodológico da psicologia social, em diálogo com a antropologia e a filosofia da diferença. O objetivo do trabalho é cartografar esse campo de maneira que as diversidades e diferenças estejam presentes, para que a capoeiragem, com suas negaças e mandingas, seja observada dentro de sua multiplicidade. Para tanto, em um primeiro momento, o trabalho realiza uma revisão histórica, iniciada no contexto carioca do século XIX, com deslocamentos para o contexto baiano na primeira metade do XX. O interesse é observar redes discursivas produzidas sobre os capoeiras e analisar porque algumas se tornaram hegemônicas em detrimento de outras. Discute-se como os contextos políticos e sociais, e o carregar das tintas dos grupos que escreviam sobre os mesmos, implicaram em tratos sociais distintos em relação à capoeiragem, ora representada como mazela social, ora representada como legítima representante da identidade nacional. No segundo momento, o trabalho dedica-se a uma reflexão mais próxima do cotidiano daqueles que vivenciam esse campo. Diários de campo e entrevistas com mestres e contra-mestres de capoeira, dialogam com a literatura e a licença poética, convidando o leitor a experienciar um pouco dessa tradição em constante transformação. Desse modo, o livro é destinado àqueles que se interessam pelas variadas formas com que o popular, o negro e o marginal transitam e transitaram no cenário nacional, àqueles que se interessam por abordagens acadêmicas que não visam circunscrever um objeto como um todo fechado, mas sim como um campo aberto e com variadas possibilidades de entrada. Se capoeira é tudo o que a boca come, como nos diz metre Pastinha, o trabalho destina-se àqueles que intentam saborear o mundo que se torna possível na presença desse outrem, que nega as padronizações e subvertem as maneiras de vivenciá-las.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cms

Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-152-2
Páginas: 209
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2016
Texto adicional
Thiago Melicio