Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Liberdade em Hannah Arendt (Ref: 9788555073243)
Hannah Arendt, uma das principais pensadoras do século XX, apresenta seu conceito de liberdade em oposição às definições tradicionais, notadamente, da tradição cristã e do liberalismo. Para ela...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 54,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Liberdade em Hannah Arendt
Mariana Rubiano

Hannah Arendt, uma das principais pensadoras do século XX, apresenta seu conceito de liberdade em oposição às definições tradicionais, notadamente, da tradição cristã e do liberalismo. Para ela, a liberdade não se encontra no interior do indivíduo, isto é, não se resume ao livre-arbítrio, ao livre pensamento ou à independência individual. Liberdade, em sentido forte, é experimentada na atividade política, significa participar do governo, ter o poder de influenciar nos rumos do mundo e nos assuntos públicos.
O objetivo deste livro consiste em apresentar e discutir a peculiaridade do conceito de liberdade em Hannah Arendt. Para tanto, partiremos do ensaio ¿Que é liberdade?¿, texto em que a autora mostra que o sentido original do conceito é político, mas, em razão da restrição do espaço público no final da Antiguidade, o pensamento cristão identificou liberdade com livre-arbítrio. A partir da Modernidade, com a valorização do trabalho e das questões econômicas, o liberalismo passou a interpretar liberdade como sinônimo de independência individual. Esta noção de liberdade liberal ganhou força, de acordo com Arendt, com o surgimento dos regimes totalitários no século XX: o nazismo e o stalinismo tornaram o domínio público o lugar da opressão e do terror. A despeito da experiência totalitária e da tradição do pensamento cristão e liberal, Arendt afirma a ligação entre liberdade e política analisando as experiências da Democracia Ateniense, da República Romana e das Revoluções modernas.
Embora o ensaio Que é liberdade? seja o principal texto da autora sobre o tema, ele não é suficiente para se entender todas as dimensões do conceito de liberdade, noção central para o pensamento arendtiano e para a teoria política. Por esta razão, iremos recorrer também a outras obras da autora, como A Condição Humana, livro que discorre sobre as dificuldades para a atividade política no mundo moderno; Origens do Totalitarismo, que apresenta a radicalidade da experiência totalitária; e Sobre a Revolução, obra que analisa o aparecimento da liberdade política na Modernidade e as dificuldades de se fundar e conferir durabilidade a espaços onde a ação livre seja possível.
Ao longo da exposição das principais obras da autora, apresentaremos diversas manifestações do conceito de liberdade, assim como as relações entre este conceito, o pensamento político arendtiano e a tradição filosófica. Ao fim deste livro, retomaremos tais manifestações e relações para interpretar a concepção de liberdade em Hannah Arendt como um conceito multifacetado.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cms
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-324-3
Páginas: 202
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2016
Texto adicional
Mariana Rubiano