Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Liberdade de Testar: Fábio Luz entre a militância anarquista e a escrita. (Ref: 9788555074516)

"Todos sabemos que nos estudos históricos, como nos demais, há certa dose de mistura de presente e passado, dos estudiosos e seu assunto, que deve ser tratada com cuidado, mas que é impossível eliminar de todo..."

Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 52,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa

Liberdade de Testar: Fábio Luz entre a militância anarquista e a escrita.

Alex Brito Ribeiro

 

Todos sabemos que nos estudos históricos, como nos demais, há certa dose de mistura de presente e passado, dos estudiosos e seu assunto, que deve ser tratada com cuidado, mas que é impossível eliminar de todo. Militante e tenaz como seu sujeito-objeto de estudo, igualmente preocupado com a necessidade de justiça social, comportamento ético e equanimidade econômica no Brasil, Alex Brito Ribeiro busca resgatar das sombras da História alguns aspectos da vida e da obra jornalística e literária de Fabio Luz, para entender sua atuação cotidiana e política e, através do romance O Ideólogo, iluminar elementos da experiência histórica brasileira no início do século XX. Ao fazê-lo, Alex constrói, talvez mais do que uma história desde os de baixo, como anuncia, uma história oblíqua, que faz jus ao título, como quem busca caminhos entre os pingos da chuva, misturando reflexões teóricas e apresentação das suas fontes, e reescrevendo de revés, entre outras histórias já contadas sobre a época, a busca anarquista por educação popular numa sociedade analfabeta e doente, alicerçada sempre no ideal de autonomia de pensamento e liberdade. Pode-se dizer deste trabalho, como disse Curvelo de Mendonça sobre Fabio Luz, que é “uma obra sincera”. Se há em ambos alguma inocência, talvez por acreditar “irrestritamente na liberdade” e que “ser anarquista era amar a vida e os indivíduos que a compõem”, isto é sintoma da ruína dos tempos atuais, não dos autores.

Especificação

Apresentação: Brochura
Formato: 12x 18 cms

Dados técnicos

ISBN: 978-85-5507-451-6

Páginas: 378

Edição: 1ª

Ano Publicação: 2017

Prazo de Envio

 

Até 28 dias úteis sujeito a disponibilidade do estoque e localidade de entrega.