Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Grand Tour: Memória social, hospitalidade, alteridade e a construção do olhar moderno (Ref: 9788555073076)
Na busca pelas origens dos hotéis modernos, este trabalho concentra-se nas práticas sociais das viagens realizadas entre os séculos XVI e XIX pelos britânicos e germânicos, principalmente...
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 54,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Grand Tour: Memória social, hospitalidade, alteridade e a construção do olhar moderno
Myriam Melchior

Na busca pelas origens dos hotéis modernos, este trabalho concentra-se nas práticas sociais das viagens realizadas entre os séculos XVI e XIX pelos britânicos e germânicos, principalmente, aos países do sul europeu, o que caracterizou o chamado Grand Tour. Remontando às narrativas dos viajantes no século XVI, a autora nos leva a um tempo em que a história moderna ainda não tinha sido inventada e quando a topografia do estrangeiro se expressava num senso de hospitalidade absoluta. Todavia, essa proximidade se tornaria uma distância cada vez mais acentuada na medida em que a historicidade se constituía enquanto paradigma das formas de ver e narrar as diferenças.
Durante as práticas do Grand Tour, as formas de ver se construíram a partir da aproximação com a arte, fazendo menção ao feminino como meio de se aproximar da alteridade. O recurso ao feminino possibilitou fundar lugares para a memória, o passado e o patrimônio, bem como para edificar narrativas de identidades nacionais. Também foi o núcleo que ensejou separações entre o público e o privado, embora suas versões negativas tenham servido para a desqualificação dos povos situados à margem dos processos de modernização ocidentais.
Nesse sentido, a autora toca em questões como a expressão do (ex)ótico, isto é, aquilo que está fora da ótica Ocidental proposta pelos países centrais da modernização para pensá-la em razão das dinâmicas brasileiras. Pergunta-se assim como e por que substituímos com tanta frequência o velho pelo novo no ambiente construído. A hipótese deste livro seria a de que as nossas tradições não se constroem somente a partir do historicismo e das formas de ver modernas. Elas seriam hápticas e táteis, hospitaleiras às diferenças, sendo a sua desqualificação, amiúde chamada de atraso, uma tentativa falha de nos adequarmos ao Outro.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cms


Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-307-6
Páginas: 220
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2016
Texto adicional
Myriam Melchior