Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Governados por quem? Diferentes plutocracias nas histórias politicas de Brasil e Venezuela (Ref: 9788555070004)

"Esse livro deve ter valor para quem estiver aberto a uma interpretação crítica que não esteja à mercê de governos, Estados, empresários, partidos políticos, exploradores em geral e seus dogmas. Para tanto, criamos algumas categorias com vistas a melhor explicar as diferentes formas de governanças institucionais que nos subalternam, a saber: governança econômica, política, sociocultural, jurídica e penal..."

Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 64,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Prazo de Envio

Até 28 dias úteis sujeito a disponibilidade do estoque e localidade de entrega.

Dados Técnicos

ISBN: 978-85-5507-000-4
Páginas: 460
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2018

Especificação

Apresentação: Brochura
Formato: 16x23 cms

Descrição Longa

Governados por quem? Diferentes plutocracias nas histórias politicas de Brasil e Venezuela
Wallace de Moraes

Esse livro deve ter valor para quem estiver aberto a uma interpretação crítica que não esteja à mercê de governos, Estados, empresários, partidos políticos, exploradores em geral e seus dogmas. Para tanto, criamos algumas categorias com vistas a melhor explicar as diferentes formas de governanças institucionais que nos subalternam, a saber: governança econômica, política, sociocultural, jurídica e penal. Essas governanças se imbricam, interpenetram-se e se retroalimentam com as governanças/opressões sociais: racial, patriarcal, sexual, oficialista, religiosa, da estética produtiva, capitalista e xenofóbica (nacionalista, ufanista). A exposição de cada governança busca responder a pergunta do título do livro: Governados por quem? Também cunhamos as formulações de ditaduras “militar-plutocrática-desavergonhada” e “plutocrática-militar-dissimulada” para explicitar que determinadas populações vulneráveis como de jovens negros e indígenas, que jazem nas favelas, periferias e campos, e grupos revolucionários, vivem constantemente sob a mira do fuzil quando não são exterminados, torturados, assassinados, encarcerados por governantes penais com a anuência dos demais governantes em qualquer tipo de regime, seja ele ditadura declarada ou não. Utilizamos a categoria de origem grega “Plutocracia” (ploutos: riqueza; kratos: poder) que significa governo para os ricos ou sistema político governado por pessoas que detêm o poder econômico. A escolha desse conceito visa destacar a incongruência de chamar nosso sistema por democracia, pois em nenhum lugar o povo realmente governa. Será a partir desses e outros conceitos que analisaremos as histórias políticas de Brasil e Venezuela sob o prisma da filosofia política anarquista.