Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Com um fórceps na mão há de se parir uma nação (Ref: 9788555071591)

Este livro tem como objetivo refletir sobre a prática dos médicos na Bahia do século XIX, enfatizando o processo de legitimação da Obstetrícia e Ginecologia enquanto disciplinas ligadas ao trato do corpo feminino. A análise sobre a relação entre os doutores e suas pacientes passa pelo reconhecimento das diferenças sociais, culturais e raciais, além das diferenças de gênero.

Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 42,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição

Com um forceps na mão há de se parir uma nação: uma História da Obstetrícia e Ginecologia em Salvador no século XIX
Caroline Santos Silva

Este livro tem como objetivo refletir sobre a prática dos médicos na Bahia do século XIX, enfatizando o processo de legitimação da Obstetrícia e Ginecologia enquanto disciplinas ligadas ao trato do corpo feminino. A análise sobre a relação entre os doutores e suas pacientes passa pelo reconhecimento das diferenças sociais, culturais e raciais, além das diferenças de gênero. Nos relatos publicados na Gazeta Médica da Bahia os médicos deixaram claro o modelo de mulher que para eles seria o ideal. Em contrapartida a esse ideal opunha-se às mulheres de carne e osso que protagonizaram as ocorrências transcritas ao longo deste texto. Portanto, as mulheres (pacientes) e homens (médicos) assumiram múltiplas identidades ao longo do contexto no qual viveram; tornando-se homens e mulheres, que nas práticas, distanciavam-se dos discursos médicos sobre o feminino e masculino.

Especificações

Apresentação: Brochura 
Formato: 14,8 x 21cm

Dados Técnicos

ISBN: 978-85-5507-159-1
Páginas: 196
Edição: 1ª 
Ano Publicação: 2017

Prazo de envio

Até 28 dias úteis sujeito a disponibilidade do estoque e localidade de entrega.