Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
Ambientes pré-históricos (Ref: 9788555078064)
No Parque Nacional Serra da Capivara - P.N.S.C. e adjacências, existe uma concentração muito grande de sítios arqueológicos que fornecem informações diversificadas sobre as primeiras ocupações humanas
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 60,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
Ambientes pré-históricos: uma interpretação das pinturas rupestres do Parque Nacional Serra da Capivara
Vitor José Rampaneli de Almeida, Mario Lincoln De Carlos Etchebehere & Angela Maria Rampaneli

No Parque Nacional Serra da Capivara - P.N.S.C. e adjacências, existe uma concentração muito grande de sítios arqueológicos que fornecem informações diversificadas sobre as primeiras ocupações humanas na América, pois retratam muitas características de sua existência nos diferentes ecossistemas da região. São encontrados no parque mais de 1.000 sítios cadastrados (não definitivos), dos quais, cerca de 657 apresentam pinturas rupestres; os demais sítios são aldeias, cemitérios e acampamentos. As pinturas rupestres apresentam cenas do cotidiano como caça, sexo, parto, brincadeiras, lutas sociais, namoro e ritos. Tais pinturas possuem variadas funções, que revelam que a vida diária dos primeiros ocupantes do território era muito dinâmica, podendo fornecer indicativos de que houve história, educação, socialização, comunicação e religiosidade em tempos pretéritos da história do Brasil. É possível reconhecer nas pinturas ¿ a partir das variadas representações rupestres zoomorfas e suas prováveis interpretações ¿ espécies inexistentes hoje na região e outras totalmente extintas; algumas são tão bem elaboradas, que é possível reconhecer o sexo do animal gravado, por meio da presença de galhadas e outras características determinantes de gênero nas espécies. São comuns reproduções de caranguejos, lagartos, siriemas, tatus, pacas, felinos, jacarés, coatis, camelídeos, veados galheiros e capivaras - estes últimos desaparecidos da região, no presente extremamente árida para abrigá-los, cuja presença permitiu levantar a hipótese da existência de um clima mais úmido em um passado não muito remoto. Outra espécie frequentemente reproduzida nas pinturas é a ema Rhea americana, exterminada na região há não muito tempo. A partir da identificação e do estudo aprofundado da fauna representada nas pinturas rupestres do Parque Nacional Serra da Capivara, e das informações auferidas na literatura, busca-se reconstruir as prováveis condições ambientais do período em que elas foram feitas, tornando-se, assim, um confiável indicador paleoambiental.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14 x 21 cm
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-806-4
Páginas: 187
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2017
Observação
Ambientes pré-históricos: uma interpretação das pinturas rupestres do Parque Nacional Serra da Capivara, Vitor José Rampaneli de Almeida, Mario Lincoln De Carlos Etchebehere |-amp-| Angela Maria Rampa
Texto adicional
Vitor José Rampaneli de Almeida, Mario Lincoln De Carlos Etchebehere & Angela Maria Rampaneli