Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
A crista é a parte mais superficial da onda: mediações culturais na MPB (1968-1982) (Ref: 9788555073953)
Como um gênero musical faz sucesso? Como é possível construir vínculos afetivos com um tipo de música? No caso brasileiro, como isso ocorreu com a MPB? Foi a partir dessas e de outras perguntas...
Disponibilidade: Envio imediato
De: R$ 58,00 por R$ 37,70 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
*promoção válida até 21/10/2018
Descrição longa

A crista é a parte mais superficial da onda: mediações culturais na MPB (1968-1982)
Luisa Quarti Lamarão

Como um gênero musical faz sucesso? Como é possível construir vínculos afetivos com um tipo de música? No caso brasileiro, como isso ocorreu com a MPB? Foi a partir dessas e de outras perguntas que a historiadora Luisa Lamarão pesquisou diferentes formas do que denomina mediação cultural para mostrar que, para além das análises que priorizam a trajetória dos movimentos musicais e/ou dos artistas de sucesso, o êxito simbólico e comercial da MPB deve-se também a outros elementos que permitiram a aproximação da música com o público. Ao proporcionarem a circulação dessa mercadoria, os mediadores culturais facilitaram o acesso do público a ela, reafirmando valores caros ao projeto de diferentes veículos de comunicação que lucravam com essa atividade. Para exemplificar o conceito de mediação cultural, foram examinados os fascículos História da Música Popular Brasileira, da Editora Abril, que apresentava um encarte com a biografia e análises da obra do artista e um LP com suas principais músicas; os artigos de diferentes veículos de três jornalistas da chamada nova onda de críticos musicais: Ana Maria Bahiana; Nelson Motta e Tárik de Souza; e os shows do Circuito Universitário, série de espetáculos de MPB que percorreram cidades universitárias e capitais do Sudeste do Brasil. De diferentes formas, os três casos se constituem em importantes espaços de mediação que auxiliaram na divulgação das músicas, dos artistas e das práticas que englobaram a construção da instituição sócio-política chamada MPB.A obra é destinada a todos aqueles que, amantes da boa música, estão sempre em busca de novas análises sobre os caminhos percorridos pela MPB. A saudade de ouvir um LP com os amigos, discutir uma coluna de jornal ou curtir um show do seu ídolo também são bons motivos para ler esse livro.

Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cms
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-395-3
Páginas: 372
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2017
Texto adicional
Luisa Quarti Lamarão