Olá visitante! Cadastre-se ou faça o login.

Atendimento

413030-1962
Logo

Atendimento

413030-1962
Carrinho
zoom passe o mouse
A Autenticidade do nome Jesus: Jesus, Yeshua ou Yehôshua, qual o nome do Salvador? (Ref: 9788555077265)
O nome Jesus é um dos nomes mais populares no Ocidente cristianizado. O Brasil é herdeiro desta cristianização e tem uma história de evangelização que remonta desde o seu descobrimento, com os padres
Disponibilidade: Envio imediato
por R$ 35,00 ou por R$ 0,00 no Depósito bancário
Quantidade: No momento a quantidade solicitada não esta disponível em estoque
Digite seu CEP:
Descrição longa
A Autenticidade do nome Jesus: Jesus, Yeshua ou Yehôshua, qual o nome do Salvador?
Clovis Torquato Junior

O nome Jesus é um dos nomes mais populares no Ocidente cristianizado. O Brasil é herdeiro desta cristianização e tem uma história de evangelização que remonta desde o seu descobrimento, com os padres católicos que vieram já na caravana de Pedro Álvares Cabral. O nome Jesus se espalhou pelo Brasil e é quase impossível encontrar uma pessoa que nunca ouviu falar este nome: JESUS. O assunto central é a questão da legitimidade do nome Jesus. A legitimidade da soletração portuguesa Jesus nunca havia sido questionada, até que alguns grupos começaram a defender que a soletração deveria seguir a fonética ora do hebraico, ora do aramaico. Para os primeiros, o nome ¿Jesus¿ deveria soletrar-se na língua hebraica e, neste caso, seria Yehôshua; para os segundos, a soletração deveria ser em língua aramaica, e assim sendo, soletrar-se-ia Yeshua. O argumento de ambos é simples: para os primeiros, o nome Jesus seria originalmente um nome hebraico e não poderia ser traduzido ou adaptado em qualquer outra língua, sendo imperativo chamá-lo segundo a soletração hebraica: YEHÔSHUA. Os segundos advogam que a língua materna de Jesus era o aramaico e por isso o seu nome deveria ser chamado segundo esta língua - YESHUA. É possível continuar usando a pronúncia em português, ou é necessário alterá-la? Se for para alterar, qual das duas propostas acima é mais legítima?É este estudo que se segue no livro. Do tópico 1º ao 8º há uma análise da história linguística de Israel, ou seja, dos idiomas que Israel falou em cada período histórico da sua formação e dos escritos que produziu nestes períodos. Do tópico 9º ao 23º estudamos o nome Yehôshua e Yeshua no Antigo Testamento hebraico e na tradução grega deste, a Septuaginta ou LXX. Do tópico 24º ao 36º estudamos o nome Jesus no Novo Testamento Grego e no cristianismo nascente, este, especificamente, com relação à língua portuguesa. Nos tópicos 37º e 38º apresentamos a conclusão da questão.
Especificação
Apresentação: Brochura
Formato: 14,8 x 21cm
Dados técnicos
ISBN: 978-85-5507-726-5
Páginas: 94
Edição: 1ª
Ano Publicação: 2017
Texto adicional
Clovis Torquato Junior